fbpx

Capitólio MG: o que fazer, onde ficar, dicas, custos e como economizar

Capitólio em Minas Gerais é um dos destinos mais cobiçados no Brasil. A cidade banhada pelo Lago de Furnas é a mais famosa dessa região com muitas cachoeiras, mirantes, trilhas e atrações junto a natureza. Nesse post o que fazer em Capitólio MG, onde ficar e dicas para economizar.

Mirante dos Canyons
Mirante dos Canyons.

Capitólio MG

Capitólio fica às margens do Lago de Furnas na região da Serra da Canastra em Minas Gerais e nos últimos anos se consolidou como um dos destinos turísticos mais importantes do Brasil. Essa pequena cidade mineira é a porta de entrada para a maioria dos turistas que visitam a região.

O Lago de Furnas é sem dúvidas a principal atração da região. Conhecido como o “Mar de Minas”, esse lago artificial foi inaugurado em 1965, banha 34 municípios e tem 1.440 km². É considerado um dos mais extensos do mundo.

Lago de Furnas
Lago de Furnas

Projetado para ser apenas o reservatório da represa da hidrelétrica de Furnas, o lago tornou-se o cenário ideal para passeios de barco, lancha, escuna, catamarã, jetski e para atividades como rapel, voo livre, pesca ou apenas para um banho refrescante em suas águas.

O turismo se desenvolveu ao seu redor e atualmente há centenas de pousadas, hotéis e até mesmo resorts em Capitólio e cidades da região como Piumhi, Furnas e Passos. Capitólio tem apenas pouco mais de 8 mil habitantes e se destaca pela presença de condomínios como o Escarpas do Lago, um condomínio de casas de alto padrão a beira do Lago de Furnas.

Mirante dos Canyons em Capitólio
Mirante dos Canyons.

Capitólio é uma cidade tão pequena que não tem agências bancárias. A única forma de sacar dinheiro por lá é através da Casa Lotérica para quem é cliente da Caixa Econômica Federal. Então não se esqueça de levar dinheiro em espécie suficiente para suas necessidades.

Mineiros que somos, passamos por lá diversas vezes antes da sua fama repentina, mas nunca havíamos tido a oportunidade de conhecer melhor as atrações da região. Mas em janeiro de 2019, Capitólio enfim entrou na nossa agenda e nesse post reunimos informações importantes para que você possa aproveitar melhor sua viagem.

Como chegar

Avião

Não há voos comerciais para Capitólio e o aeroporto mais próximo fica na capital mineira, Belo Horizonte, distante 283 quilômetros. Para quem vem de estados mais afastados de MG, o mais prático é voar até BH (Aeroporto de Confins) e alugar um carro para seguir viagem até Capitólio.

Encontre passagens promocionais em Passagens Promo, site que negocia as melhores tarifas com as companhias aéreas e oferece passagens com desconto. Faça uma simulação e compare!

Carro

É a melhor forma de visitar Capitólio e toda a região do Lago de Furnas. Isso porque todas as atrações ficam fora da cidade, geralmente entre 20 a 50 quilômetros de distância. Como não há transporte coletivo para os atrativos, quem visita Capitólio sem carro tem que pagar caro por corridas de táxi ou transfers com as agências de turismo.

Saindo de Belo Horizonte o trajeto é feito pela BR 381 até Betim, onde é preciso pegar a BR 262 e seguir até o entrocamento com a MG-050, de lá seguir por essa rodovia estadual com pedágios até Capitólio. Siga o Google Maps que não tem erro.

Nós sempre utilizamos o site rentcars.com para pesquisar e alugar carro no Brasil e no mundo. Esse site faz comparações de preços em diversas locadoras, além de já incluir seguro e quilometragem livre nas tarifas. Você ainda pode parcelar o pagamento sem juros.

Ônibus

De Belo Horizonte partem ônibus da Expresso Gardênia até Capitólio e vice-versa em 3 horários diários. A viagem dura cerca de 4 horas e as passagens custam em torno de R$90.

Cachoeira no Paraíso Perdido em Capitólio
Cachoeira no Paraíso Perdido.

Melhor época para visitar

Dezembro a fevereiro

Chove muito na região durante o verão (principalmente de dezembro a fevereiro) e algumas cachoeiras e atrativos podem ter que fechar no meio do dia por causa do risco de tromba d`água. Apesar disso, essa é a alta temporada e Capitólio fica lotada de turistas de todas as partes do Brasil.

Março a junho

Já do início de março ao início de junho faz calor e a possibilidade de chuvas é bem menor. É uma boa época para visitar Capitólio MG.

Junho a agosto

Entre o meio de junho e início de agosto pode fazer frio, o que com certeza vai tornar seu passeio apenas contemplativo, já que água de cachoeira já é gelada no calor, imagina no frio.

Agosto a dezembro

Do meio de agosto ao início de dezembro é outro bom período para visitar Capitólio MG, já que faz calor e não costuma chover muito.

Evite feriados prolongados

Durante feriados prolongados, fim de ano e carnaval a região fica lotada de turistas. Os valores para hospedagem sobem muito e é difícil até achar um restaurante para jantar, já que se formam filas nas portas das poucas opções de restaurantes do centrinho de Capitólio e o tempo de espera pode ser longo. Se puder evite esses períodos.

Cachoeira do Grito em Capitólio
Parte de cima da Cachoeira do Grito.

Onde ficar

Centro de Capitólio

O centro de Capitólio concentra alguns hotéis e pousadas e é uma boa opção para quem procura por hospedagem econômica, além da vantagem de ter fácil acesso a casa lotérica, supermercados, farmácias, comércio em geral, lanchonetes e restaurantes.

Pousadas próximas a rodovia

Algumas pousadas ficam próximas ou na rodovia MG-050, permitindo fácil acesso à atrações de Capitólio e região, mas dificultando um pouco a ida a mercados, farmácias e comércio em geral.

A mais famosa é a Pousada Lagoa Azul, que permite o acesso a cachoeira de mesmo nome e tem um restaurante anexo que é muito frequentado por turistas.

Já a Pousada do Rio Turvo fica na Ponte do Rio Turvo, no local de onde partem as embarcações dos passeios pelo Lago de Furnas.

Escarpas do Lago

Para quem procura conforto, a melhor região para ficar hospedado em Capitólio é a do Escarpas do Lago, a 7 quilômetros do centro da cidade. Escarpas do Lago é um condomínio de luxo com casas de alto padrão, mas onde é possível encontrar opções de hospedagem com preços atrativos e com excelente custo benefício. Dentro do condomínio há alguns restaurantes e bares de alto padrão (consequentemente com preços altos), além de um mercado.

É preciso ficar claro que ficar em Escarpas do Lago só é indicado para quem está de carro e não se importa em ter que se deslocar um pouco mais para chegar até os atrativos, já que o condomínio fica afastado do centro da cidade no sentido oposto a eles.

Nós optamos por nos hospedar em um “bed and breakfast” chamado Poshtel Cantin du Paulista em Escarpas do Lago. Com nota 9.6 e diárias a partir de R$248 para 2 pessoas, essa foi a melhor opção de custo benefício que encontramos dentro do condomínio na época da viagem (janeiro de 2019).

Escarpas do Lago, Capitólio
Vista do quarto do Poshtel Cantin du Paulista.

Nesse B&B nos sentimos literalmente em casa. O atendimento realizado pelos proprietários e funcionários foi excelente desde o check-in até o check-out. O nosso quarto era bem confortável, com ar condicionado e um ótimo banheiro. A área de uso comum tem sala de estar com TV, cozinha e uma linda piscina. Não há frigobar no quarto, mas os hóspedes podem pegar bebidas alcoólicas e não alcoólicas no freezer na cozinha e anotar em um bloquinho, acertando os valores no check-out. Para nós não foi um problema, mas algumas pessoas podem sentir falta da TV no quarto. Recomendamos!

Escarpas do Lago em Capitólio
Escarpas do Lago, Capitólio, Minas Gerais

O que fazer em Capitólio

Há muita coisa para fazer em Capitólio MG. São atividades relacionadas ao ecoturismo como a contemplação e banho de cachoeira, passeios pelo Lago de Furnas, trilhas em meio a natureza e lindas vistas em mirantes e cânions. Apreciar a deliciosa culinária mineira, o queijo canastra e os doces mineiros são coisas que você não pode deixar de fazer em Capitólio.

Poço Dourado, Trilha do Sol
Mergulho no Poço Dourado na Trilha do Sol.

Abaixo algumas das atrações de Capitólio e região para que você decida quais delas incluir no seu roteiro por Minas Gerais.

Passeio no Lago de Furnas

É o passeio mais procurados por quem visita a região. O principal ponto de saída das embarcações é o píer da ponte do Rio Turvo, que fica a 23 quilômetros do centro de Capitólio.

Ponte sobre o rio Turvo
Capitólio, Minas Gerais

A opção mais barata é o passeio de chalana, que custa R$40 e é realizado em embarcações grandes para até 100 pessoas. Como as chalanas são mais lentas que as lanchas, o passeio visita menos locais e faz menos paradas. Esse passeio geralmente só acontece aos sábados e domingos. Consulte antes em Portal da Chalana.

Cachoeira no Lago de Furnas em Capitólio
Cachoeira no Lago de Furnas.

Já os passeios de lancha geralmente levam de 8 a 12 pessoas, custam entre R$80 e R$120 por pessoa e acontecem diariamente durante todo o ano. Se você estiver em um grupo grande pode pedir para que separem uma lancha só para vocês. Se dinheiro não for um problema e quiser passear com conforto e privacidade pode contratar um passeio privativo.

Alguns dos pontos visitados são a Cachoeira Lagoa Azul, o Vale dos Tucanos, a Cascatinha, os Cânions de Furnas e o bar flutuante.

Passeio de barco no Lago de Furnas
Parada para banho.

O passeio é bem legal e passa por locais realmente muito bonitos. Entretanto, ao menos quando estivemos por lá havia uma quantidade muito grande de embarcações no lago e alguns pilotos e turistas pareciam não estarem sincronizados com o lugar, realizando uma verdadeira competição de som com músicas de gosto duvidoso e desrespeito a natureza deixando lixo nas cachoeiras e no lago.

Passeio de barco no Lago de Furnas
Cânion no Lago de Furnas.

Para contratar basta ir até a Ponte do Rio Turno, já que várias empresas operam lá e com certeza você será abordado por seus funcionários assim que estacionar o carro. Certifique-se que a embarcação é segura, se disponibilizam coletes salva-vidas, o tipo de música que tocam e se a prioridade são as paradas pelo caminho ou nos bares flutuantes. Escolha a empresa que fizer o passeio de acordo com suas expectativas.

Cachoeira Lagoa Azul

É a primeira parada do passeio de barco pelo Lago de Furnas e é uma das cachoeiras mais lindas da região. Quem vai de barco não paga nada para acessar a cachoeira, porém só pode permanecer na parte de baixo, junto ao lago.

Cachoeira Lagoa Azul em Capitólio
Cachoeira Lagoa Azul.

Para ter acesso a parte superior e seu poço (Lagoa Azul) é necessário acessar através da Pousada Lagoa Azul na rodovia MG-050 e pagar uma taxa de R$40,00 (janeiro de 2019).

Mirante dos Canyons

Os Canyons de Furnas são canais rodeados por paredões e cachoeiras, formados pelo alagamento artificial da região para formação do lago de Furnas, um imenso lago artificial de águas verde-esmeralda conhecido como “Mar de Minas”, que banha mais de 30 municípios mineiros e é quatro vezes maior do que a Baía de Guanabara no Rio de Janeiro.

Mirante dos Canyons em Capitólio
Mirante dos Canyons.

Com acesso fácil às margens da rodovia MG-050, a entrada do Mirante dos Canyons era gratuita até o início de 2019. Porém, desde 1º de março de 2019 a entrada passou a ser paga e custa R$ 20 por pessoa. Em contrapartida os proprietários da área prometem investimento em infra-estrutura para atendimento do visitante, controle do acesso e segurança, melhorias estruturais ecológicas e adequadas ao turismo de natureza.

Rapel nos Canyons de Furnas em Capitólio
Rapel nos Canyons de Furnas.

No local há trilhas que levam a parte de cima de algumas das cachoeiras dos Canyons, onde inclusive é possível fazer rapel contratando a atividade junto a alguma das empresas de ecoturismo de Capitólio.

Trilha do Sol

A Trilha do Sol é um dos principais atrativos de Capitólio. Na verdade são três trilhas principais que levam ao Poço Dourado, Cachoeira do Grito e Cachoeira No Limite, cada uma com cerca de 800 a 1.200 metros, totalizando 4 quilômetros de caminhada.

Trilha do Sol, Capitólio
Trilha do Sol.

No atrativo funciona um restaurante que serve almoço e lanches com preços justos. Nós chegamos cedo, fizemos as trilhas do Poço Dourado e da Cachoeira do Grito, voltamos ao receptivo para almoçar e por fim fizemos a trilha da Cachoeira No Limite.

Poço Dourado na Trilha do Sol
Poço Dourado.

A trilha do Poço Dourado é a única onde obrigatoriamente é preciso entrar na água, já que parte da trilha é feita dentro do riacho com água até a altura dos joelhos. Lá você vai encontrar vários totens de pedra erguidos pelos visitantes. Diz a lenda que quem erguer um totem pode fazer um pedido que será realizado.

Totens no Poço Dourado na Trilha do Sol
Totens no Poço Dourado.

Na trilha para a Cachoeira do Grito é preciso encarar 96 degraus na ida e na volta. Mas a recompensa é uma cachoeira ótima para banho e para renovar suas energias. Seu nome vem do fato da crença de que soltando um grito debaixo das quedas da cachoeira você se livra de toda a carga negativa, cansaço e estresse. Aproveite essa oportunidade única!

Cachoeira do Grito na Trilha do Sol
Cachoeira do Grito.

Já a Cachoeira No Limite tem a menor queda d’água da Trilha do Sol, mas nem por isso é menos interessante. Lá há algumas deliciosas piscinas naturais nas pedras, sendo que uma delas tem profundidade perfeita para mergulhar.

Cachoeira no Limite na Trilha do Sol
Cachoeira no Limite.

Em todo o trajeto, principalmente nas bifurcações e em todas as cachoeiras há guias dando explicações e orientações de segurança. Nas trilhas é possível ver diversos animais como borboletas, pássaros, lagartos, além da lindas plantas e flores do cerrado.

Poço Dourado na Trilha do Sol
Poço Dourado.

Próximo ao receptivo há uma piscina e redário. Com tanta coisa para fazer, a Trilha do Sol é uma atração para curtir em um dia inteiro.

Para chegar lá basta seguir as placas indicativas e o Google Maps. A entrada custou R$40 em janeiro/2019. Aceitam cartões de crédito e débito. Mais informações no site do atrativo. Imperdível!

Paraíso Perdido

O Paraíso Perdido é outro atrativo muito visitado em Capitólio MG. No local há 18 piscinas naturais e 8 quedas d’água que fazem justiça ao nome Paraíso Perdido.

Paraíso Perdido em Capitólio
Paraíso Perdido.

O visitante pode se aventurar pelos cânions através da trilha sobre as pedras, podendo contar com o apoio de cordas e cabos instalados pela administração do atrativo nas partes mais difíceis.

Paraíso Perdido em Capitólio
Trilha pela cachoeira.

Há atividades para o dia inteiro, portanto programe-se para chegar cedo e passar o dia por lá. Não esqueça de levar dinheiro em espécie, frutas, protetor solar, toalha, boné, chapéu, etc (esses itens são necessários em todos os passeios em Capitólio).

Paraíso Perdido em Capitólio
Cachoeira no Paraíso Perdido.

No local há um restaurante com opções econômicas de alimentação. Como não há sinal de internet, o atrativo e o restaurante não aceitam cartões.

Para chegar lá basta seguir as placas indicativas e o Google Maps. A entrada custou R$40 em janeiro/2019. Mais informações no site do atrativo. Imperdível!

Comprar artesanato na Capitart

A Capitart é a Associação dos Artesãos e Produtores Caseiros de Capitólio. Com sede no centro da cidade, exibe e vende artigos artesanais produzidos por artesãos locais. É o melhor local para comprar objetos de decoração e lembrancinhas para amigos e familiares.

Endereço: Rua Doutor Avelino de Queiroz, 466, centro, Capitólio, Minas Gerais.

Outras atrações em Capitólio MG

Enquanto não retornamos a Capitólio em Minas Gerais para conhecer outros atrativos, replicamos algumas dicas de outros blogs:

  • Cachoeira Pedra Ancorada: fica em uma propriedade particular que cobra R$20 de entrada. Tem atrações para o dia inteiro com destaque para os ofurôs naturais e pedra ancorada, que é realmente impressionante. Saiba mais no post 5 Cachoeiras em Capitólio que você deve conhecer do blog Apure Guria.
  • Cachoeira Diquadinha: o acesso a essa cachoeira fica do outro lado da rodovia em frente ao Mirante dos Canyons. É muito procurada pelos turistas por ter entrada gratuita. Tem poços de águas transparentes e natureza exuberante. Saiba mais sobre essa cachoeira no post Cânion de Furnas do blog Viagens e Caminhos.
Totens no Poço Dourado
Totens no Poço Dourado.

Dicas de restaurantes em Capitólio

No centro de Capitólio há alguns restaurantes e lanchonetes nas proximidades da praça principal que podem ser uma opção para o jantar de quem está hospedado na região ou em Escarpas do Lago.

No caminho entre o centro de Capitólio e o condomínio Escarpas do Lago nossa indicação é o Cozinha da Roça, que serve a autentica comida mineira e também uma deliciosa Tilápia recheada.

Já em Escarpas o restaurante mais famoso é o Hud’s Lounge Escarpas do Lago. Tem preços mais altos que as opções anteriores mas que são totalmente aceitáveis pela localização, ambiente, decoração, vista do restaurante, atendimento e sabor da comida. Experimentamos o filé-mignon à parmegiana que serve 2 pessoas e custou R$98. Na alta temporada e feriados prolongados chegue cedo para não ter que esperar muito para os pratos ficarem prontos. Nós recomendamos!

Outras opções em Escarpas do Lago são o Restaurante Chico Pintado e o Beat Burger, que não tivemos a oportunidade de conhecer.

Já na rodovia se destacam o Restaurante do Turvo que serve a famosa traíra sem espinha, o Kanto da Ilha que tem uma vista privilegiada do Lago de Furnas.

Outras dicas de onde comer bem e barato em Capitólio no blog Tire a Bunda do Sofá.

Queijo canastra

Outra parada imperdível na estrada é em alguns dos empórios para provar e comprar o verdadeiro queijo canastra e os doces mineiros.

Os preços podem assustar em um primeiro momento, mas se você chegar a encontrar o verdadeiro queijo canastra em sua cidade fora do Estado de Minas Gerais, pode ter certeza que vai pagar muito mais caro do que em Capitólio que fica na única região em que eles são produzidos.

Isso se deve ao fato da proibição da venda de queijos artesanais como o canastra dos produtores locais para outros estados, o que ainda inviabiliza a venda dessa iguaria mineira no resto do Brasil e em outros países. Em 2018 uma lei aprovada promete mudar essa situação, porém até o momento ela não foi colocada em prática.

Cachoeira No Limite em Capitólio
Cachoeira No Limite.

Quanto custa viajar para Capitólio

A verdade é que com o aumento exponencial do fluxo de turistas em Capitólio e região, viajar para lá não é barato. Há poucas oferta de hospedagem e o preço médio do leito é alto, principalmente durante os feriados prolongados. A entrada em praticamente todas as cachoeiras são pagas e custam entre R$30 a R$50 por pessoa. Quem viaja em família precisa estar pronto para gastar até R$200 só com as entradas (Casal com dois filhos adolescentes por exemplo).

Como há pouca oferta de hospedagem na região os preços acabam sendo inflacionados, principalmente durante os feriadões. Tente reservar com bastante antecedência para garantir os melhores preços e as melhores opções de custo-benefício.

Uma opção para quem quer economizar é se hospedar em outras cidades da região como Piumhi, onde hospedagem e alimentação custa mais barato e que fica a apenas 10 minutos de carro de Capitólio.

Lago de Furnas
Lago de Furnas.

Quantos dias ficar

O ideal são ao menos três dias. Não é o suficiente para conhecer todas as atrações da região, mas já dá para aproveitar bastante. Com 4 ou 5 dias já é possível dizer que conhece bem as atrações de Capitólio e com mais tempo sugerimos conhecer também as atrações da Serra da Canastra.


Leia também

Feriados de 2019: 9 ideias para viagens nacionais curtas e baratas

O que fazer em Gramado e Canela: roteiros e dicas

Roteiro de 4, 5 ou 6 dias em Foz do Iguaçu

Roteiro de 4 dias em Bonito

Thermas dos Laranjais – O parque aquático mais visitado do Brasil

Arraial do Cabo: praias, o que fazer, onde ficar, dicas

Maragogi: o que fazer, como chegar, dicas e praias

VIAJE POR CONTA PRÓPRIA E ECONOMIZE MUITO!
Reserve hospedagem no Booking.com
Seguro Viagem com desconto em Segurospromo
Alugue um carro em Rentcars
Ingressos e passeios dentro do Brasil em Touron
Passagens aéreas promocionais em Passagens Promo
Passeios em Santiago com Destino Chile (cupom #bloglovers 10%OFF)
Tours pela América do sul em Denomades.com
Passagens de ônibus, trem e avião dentro da Europa em Omio
Ingressos e passeios pelo mundo em GetYourGuide
Chip Internacional com frete grátis em EasySIM4U
Chip Internacional da Viaje Conectado com 10%OFF cupom PROMO10

One Response

  1. Aline 06/10/2019

Gostou? Deixe sua dúvida ou comentário!