O que fazer em Amsterdam

Amsterdam é uma das cidades mais caras da Europa. Mas mesmo lá é possível economizar. Se você quer viajar barato para Amsterdam, não deixe de de ler esse post! Eu reservei três dias completos para conhecer a cidade. Cheguei de ônibus de Bruxelas e de lá segui de ônibus para Berlim.

A linda Holanda, com seus belos canais e bela arquitetura, é um país evoluído social e culturalmente. Possui transporte público, saúde e educação de alta qualidade e tabus que ainda existem em boa parte do resto do mundo já foram superados por lá.

Amsterdam

Como chegar em Amsterdam

Eu optei por ir de Bruxelas para Amsterdam de ônibus. É com certeza o meio de transporte mais barato entre as duas cidades. Pela Megabus é possível encontrar passagens a partir de 11 euros e o tempo de viagem é de apenas 2:45 h.

Outra opção são os trens da Eurostar (via Londres ou Paris) ou Thalys (via Paris ou Bruxelas). Viajar de trem na Europa costuma ser mais caro que viajar de ônibus, entretanto os trens costumam ser mais rápidos e confortáveis.

Hospedagem em Amsterdam

Hospedagem em Amsterdam é extremamente cara, estando os preços no mesmo nível de Londres e Paris. Após muita pesquisa eu decidi ficar no Hans Brinker Budget Hotel. É dos hostels mais baratos da cidade. Eles oferecem quartos coletivos e individuais. É uma opção boa, tendo em vista o custo benefício. Os quartos coletivos possuem armários e banheiro interno. Existe um restaurante/bar dentro do hostel com ótimos preços tanto das refeições quanto das bebidas. Todos os dias acontece a Happy Hour, onde você compra um Chopp e leva dois, além dos alguns pratos serem vendidos com preços promocionais. A localização é excelente, sendo possível ir a todos os pontos de interesse da cidade caminhando.

Prédios tortos Amsterdam

Porque visitar Amsterdam

Amsterdam é uma cidade diferenciada de qualquer outra que você já visitou. Seus meios de transporte não são poluentes, sendo a bicicleta o mais popular. Vistas espetaculares e arquitetura diversificada, podem  ser apreciadas a partir dos canais. É uma cidade aberta, multicultural e cosmopolita. Amsterdam é conhecida por seu caráter multirracial, inclusiva e acolhedor. Em sua história, sempre estreitamente ligada ao comércio, são acostumados a receber pessoas de todo o mundo.

É verdade que muita gente, principalmente jovens europeus, vão a Amsterdam interessados nas liberdades que o país garante, como permissão de uso de algumas drogas e a prostituição. Uma das coisas que mais atraem alguns turistas são os coffee shops onde a maconha pode ser consumida sem o menor problema. Entretanto, para a imensa maioria dos visitantes o binômio sexo-drogas é quase irrelevante, rendendo no máximo um passeio rápido ao bairro da Luz Vermelha e fotos do lado de fora de algum dos coffe shops.

Amsterdam-coffee-shop

Está gostando desse post? Que tal curtir nossa página no Facebook?

O que fazer em Amsterdam

Uma das principais atrações da cidade é o Vondelpark. É o mais conhecido parque de Amsterdam e fica bem no centro da cidade. Os moradores utilizam o parque para passear com seus lindos cachorros, caminhar, correr, andar de bicicleta e praticar esportes em geral. Alguns também vão para lá para fumar maconha, o que normalmente acontece em áreas mais isoladas.

Parque Vondelpark em Amsterdam

Visitar a Museumplein, a praça dos museus, onde estão os três principais museus de Amsterdam: Rijksmuseum, Van Gogh e o Stedelijkmuseum, o museu de arte moderna. Eu achei muito alto os preços dos museus em Amsterdam. Como eu já havia visitado muitos museus gratuitos em Londres e o Louvre em Paris, acabei não entrando em nenhum museu de Amsterdam.

Museumplein Amsterdam

É nessa praça que está localizado o famoso letreiro IAMSTERDAM, ponto de parada obrigatória para fotos. Com letras de mais de 2 metros de altura, o slogan mede pouco mais de 23 metros de largura. Situa-se na parte de trás do Rijksmuseum, na Museumplein.

Iamsterdam

Se perder nas centenas de canais e pontes de Amsterdam é algo fascinantes. Você pode alugar uma bicicleta ou caminhar e apreciar a arquitetura e a natureza. É interessante que existem muitas casas nos canais e também muitos barcos que são usados como moradia. Atualmente eles abrigam mais de 600 casas-barcos. Esse é com certeza um dos programas mais agradáveis para se fazer na cidade, e o melhor tudo, não custa nada.

Casa aquactica em Amsterdam

Fazer um passeio de barco pelos canais é quase que obrigatório. Ver a cidade de dentro dos canais é espetacular. Eu adoro fazer passeios de barcos nas cidades por onde eu passo e o de Amsterdam foi um dos que eu mais gostei na Europa. Várias empresas fazem diferentes tipos de passeios, sendo que o mais básico custa €15 e tem duração de aproximadamente uma hora e meia.

Barco canais Amsterdam

A Damsquare, ou Praça Dam é o coração da cidade, a maioria dos visitantes que passam por Amsterdam acabam conhecendo a praça, mesmo que sem querer. Lá estão o Palácio Real, construção do século XVII de onde o irmão de Napoleão governou os Países Baixos durante a ocupação francesa, além do Obelisco e muita movimentação de locais e turistas.

Damsquare em Amsterdam

Já ouviu falar do livro “O diário de Anne Frank”? Annelies Marie Frank (12 de junho de 1929 – fevereiro de 1945) foi uma adolescente alemã de origem judaica, vítima do Holocausto. Nascida na cidade de Frankfurt, ela viveu grande parte de sua vida em Amsterdã, onde perdeu sua cidadania alemã. Sua fama póstuma deu-se graças aos documentos em que relata suas experiências enquanto vivia escondida num quarto oculto, ao longo da ocupação alemã nos Países Baixos, durante a Segunda Guerra Mundial.

A casa em que ela se escondeu é aberta a visitação e só não recebe mais turistas devido a sua limitação diária de visitantes. Eu não consegui realizar a visita, a fila estava enorme e o frio era tanto que acabei desistindo. Recomendo que comprem as entradas antecipadamente online. Desde o dia 1 de maio de 2016 a Casa de Anne Frank possui um novo sistema de entrada. Das 9:00 – 15:30 h o museu só estará aberto aos visitantes com um ingressos comprados online, e com horário específico para a visita. A partir de 15:30 h até o horário de fechamento, as pessoas sem ingressos poderão visitar a casa de Anne Frank, no entanto, certamente, terão que enfrentar as filas longas da bilheteria.

anne-frank

O famoso distrito da Luz Vermelha é um dos locais mais visitados pelos turistas, sendo que a maioria só quer mesmo matar a curiosidade. A prostituição é legalizada na Holanda e as prostitutas pagam tributos pelos seus ganhos. Nesse bairro há uma grande concentração de bares, cafés e é claro, casas de prostituição. As profissionais do sexo ficam se exibindo através de uma “vitrine”. Quando um homem passa pela rua, elas mesmo batem no vidro e os chamam pra uma negociação e quando um cliente entra elas fecham a cortina e realizam o atendimento.

Redlight District Amsterdam

Dicas para economizar em Amsterdam
  • Você vai se assustar com os preços em Amsterdam. O custo para o viajante lá se compara com o de Londres e de Paris. A principal forma de economizar por lá é evitar os passeios pagos. Excluindo o que só pode ser visto em Amsterdam, como a casa de Anne Frank, você pode deixar para fazer em outra cidade. Por exemplo, Londres está cheia de museus gratuitos, então deixe para visitar museus quando estiver em Londres ou mesmo o Louvre em Paris que tem ingressos acessíveis, já que os museus de Amsterdam tem preços altíssimos.
  • Os passeios de barco pelos canais são feito por diversas empresas, então compare bem os preços pois tem opções mais caras e mais baratas.
  • Se alimentar na cidade é algo muito caro. A dica é comprar lanches, sanduíches e saladas nos supermercados e em último caso recorrer as redes de Fast-food.

Escultura I amsterdam em Amsterdam na Holanda


Leia também:

Como planejar uma Eurotrip

Mochilando no Inverno Europeu

Roteiro para 4 dias em Paris

Assine nosso blog e receba por email um aviso a cada nova postagem!

Nos siga também em nossas redes sociais!

4 Comments

  1. Mariano Farias 21/04/2017
    • Mochilão Barato 21/04/2017
  2. Ed 28/05/2017
    • Mochilão Barato 28/05/2017

Gostou? Deixe sua dúvida ou comentário!