Conheça Chiloé – Chile

Já ouviu falar de Chiloé? É um arquipélago formado por 30 ilhas no sul do Chile, sendo as principais Castro, Dalcahue e Ancud. Chiloé é um destino rústico e genuíno, uma das experiências mais autênticas que o viajante pode ter no Chile. O Mochilão Barato esteve por lá e nesse post contamos como foi a nossa experiência.

Chiloé - Sul do Chile

Palafitos Gamboa

A maior ilha do Chile ainda não é muito conhecida e visitada pelos brasileiros. Escolhida para as gravações da mini série da Rede Globo “Os Dias Eram Assim”, despertou a curiosidade pelos lindos cenários e exuberante natureza. O arquipélago fica ao norte da Patagônia e a sul da região dos lagos e seu nome deriva de Chille-Hué, que significa “lugar das gaivotas”.

Tour para Chiloé

Que visita Puerto Varas ou Puerto Montt e tem apenas 01 dia livre, pode esticar a viagem até Chiloé através de um tour organizado por algumas das agências da cidade. Nós escolhemos a Patagônia Austral, uma das maiores e mais confiáveis empresas de turismo de Puerto Varas e que tem possui Certificado de Excelência concedido pela TripAdvisor.

Chile

O preço em janeiro de 2017 era 35.000 pesos por pessoa. É um passeio de dia inteiro que pode durar até 12 horas, contando ida e volta. Visitamos o norte e centro da ilha de Chiloé. O passeio começa por volta das 8 horas, quando a van passa nos hotéis em Puerto Varas buscando os clientes

A primeira parada foi no Porto de Puerto Montt, onde embarcamos em uma balsa para travessia até Chiloé, que durou cerca de 30 minutos. Depois de navegar no Canal de Chacao, vendo uma variedade de pássaros e leões marinhos, chegamos à aldeia de Chacao, onde visitamos a praça da aldeia e a igreja.

Chiloé, Chile

Leões Marinhos

Logo em seguida conhecemos o Forte San Antonid em Ancud, onde aprendemos um pouco sobre a história do local e pudemos apreciar uma bonita vista panorâmica.

Então seguimos para Castro para visitar os Palafitos de Gamboa, a praça de Castro e a Igreja. Na estrada costeira, chegamos a Dalcahue, onde visitaremos sua orla, mercado, feira de artesanato e igreja.

Praça de Castro

O tour é longo e cansativo, porém encanta os turistas. Chiloé tem sua própria identidade, muito diferente das outras cidades que já visitamos no Chile. São mais de 150 igrejas, das quais 16 foram reconhecidas pela Unesco como Patrimônio Mundial da Humanidade, coloridas casas de palafito, surpreendente gastronomia, interessante tradição e lindos artesanatos.

Castro, Chile

Feira de artesanato de Dalcahue

Além de praias e ilhas, Chiloé tem também montanhas, lagos, fiordes e uma variedade enorme de animais. Durante o tour é possível avistar leões marinhos, pinguins, gaivotas, cisnes de pescoço negro, flamingos, golfinhos e com sorte até baleias, além de animais típicos do campo, como ovelhas e vacas.

Quando ir

O verão é a melhor época para visitar Chiloé, já que o clima é mais ameno, sem o frio intenso do outono e inverno. O verão também é a estação com o clima menos chuvoso e quando pode-ser ver os pinguins com mais frequência, além de ser a época dos festivais e festas típicas.

Chiloé, Chile

O nosso tour com a Patagônia Austral foi uma cortesia. Agradecemos a parceira e afirmamos que todas as experiências e opiniões relatadas no blog são independentes e exprimem a realidade vivenciada pelos blogueiros.

Quer saber mais sobre Chiloé? A blogueira Camila Lisboa do blog O Melhor Mês do Ano mora em Castro e é proprietária do hostel La Minga. Acesse e saiba mais sobre esse lindo destino do Chile.


Leia também

Roteiro de 12 dias de viagem para o Chile

Câmbio em Santiago: que moeda levar para o Chile

Puerto Varas e Frutillar – Patagônia Chilena

Os Saltos de Petrohué

Vulcão Osorno 

Valdívia! Uma cidade a ser incluída em seu roteiro pelo Chile!

Gostou? Deixe sua dúvida ou comentário!