Cajón del Maipo e Embalse el Yeso

Já ouviu falar de Cajón del Maipo e Embalse el Yeso? São duas atrações localizadas na Cordilheira dos Andes, próximo a Santiago, que ainda não são tão visitadas como o Vale Nevado, as vinícolas e demais atrativos da cidade. O Mochilão Barato visitou o Cajón del Maipo e Embalse el Yeso e nesse post contamos como foi a experiência.

O Cajón del Maipo

O Cajón del Maipo está localizado na área metropolitana de Santiago, a cerca de 100 km da capital chilena e aos pés da Cordilheira dos Andes. A região tem o mesmo nome do rio que passa no local e é composta por vales, montanhas e rios e surpreende pela beleza do segundo maior cordão montanhoso do mundo.

O Cajón del Maipo é formado por pequenos vilarejos e é perfeito tanto para quem busca relaxar quanto para os aventureiros que desejam explorar as atividades esportivas da região.

Cajon del Maipo

Embalse El Yeso

Já o Embalse El Yeso é um enorme lago artificial de águas cor turquesa, a 2.500 metros de altura, que concentra 253 milhões de metros cúbicos de águas e abastece Santiago e toda a região metropolitana. Foi formado pelo represamento do rio Yeso e levou mais de 10 anos para ser construído.

Embalse El Yeso

Tour para Cajón del Maipo e Embalse el Yeso

Inúmeras empresas de turismo organizam excursões para Cajón del Maipo e Embalse el Yeso. Nós escolhemos a Turistik, uma das maiores e mais confiáveis empresas de turismo do Chile e que opera há mais de 20 anos. O preço por pessoa é de 44.100 pesos chilenos e o passeio tem duração de 9 horas, com saídas de segunda a domingo.

As Vans saem às 9 horas da manhã do Parque Arauco, mas dependendo da localização do seu hotel, eles podem te buscar lá. No percurso o guia fala sobre a geografia chilena e sobre os aspectos culturais e sociais, em espanhol e em inglês. Há algumas paradas para fotos e para comprar lanche, já que o almoço só ocorre por volta das 15 horas. A dica é levar água e um lanche de Santiago, já que por lá os preços são um pouco acima do normal.

Está gostando desse post? Que tal curtir nossa página no Facebook?

A estrada é sinuosa e perigosa, porém linda. Você vai querer tirar muitas fotos e vai cruzar com cavalos selvagens, raposas e cabras no meio do caminho. Mas não se assuste, os motoristas já estão acostumados e parece que os animais também.

A primeira parada foi em San José de Maipo, um vilarejo fundado em 1792, um povoado do tempo da colônia que sobrevive aos pés da montanha. Nós dias de sol é possível avistar o imponente Vulcão San José.

San José de Maipo

Em seguida fomos ao Embalse el Yeso, localizada a 2.500 metros acima do nível do mar. Além de apreciar a maravilhosa paisagem, é oferecido pela Turistik uma taça de vinho acompanhado de queijos, azeitonas e castanhas.

De lá fomos caminhando até uma cachoeira formada pelo degelo dos eternos glaciais Andinos.

Cajon del Maipo

No caminho de volta a Santiago, há uma parada para um delicioso almoço em um restaurante típico da Cordilheira dos Andes. Saboreamos uma salada de salmão com molho de parmesão, acompanhada de uma deliciosa cerveja chilena. A conta ficou em 11.700 pesos, cerca de R$60,00 na época. Um pouco salgada, porém pela qualidade da comida valeu a pena.

comida chilena

Vale a pena ir a Cajón del Maipo e Embalse el Yeso

Conhecer o Cajón del Maipo e Embalse el Yeso é um experiência única e fantástica! Os brasileiros estão começando a descobrir essas atrações e normalmente vão até lá em tours organizados por agências de turismo de Santiago.

Mas é preciso tomar cuidado, muitas empresas “piratas” levam turista ao local, muitas vezes em veículos desconfortáveis e sem condições de segurança. O ideal é verificar a reputação da empresa de turismo antes de contratar para não correr o risco do seu passeio se tornar um pesadelo.

A estrada para o Embalse El Yeso  não recebe muita manutenção e quando começam as nevascas ela pode ficar inacessível. Algumas empresas insistem em levar turistas até lá, mesmo nessas condições. Cuidado! Por questões de segurança não é recomendado visitar o Cajón del Maipo e o Embalse el Yeso nessas condições.

Cajon del Maipo

Dicas
  • Vista-se confortavelmente. Use roupas leves na primavera e no verão e calçados confortáveis, mas leve com você um agasalho. Já no outono e inverno agasalhe-se bem e se possível use roupas preparadas para neve.
  • Leve protetor solar, óculos de sol e água.
  • Boa parte do trajeto é feita em estrada de terra. Vá preparado para algum desconforto.
  • De Junho a Agosto podem ocorrer tempestades de neve e a estrada ficar intransitável, tornando impossível a realização desse passeio.
  • De Maio a Outubro você provavelmente vai ver muita neve. No resto do ano só irá ver neve no topo de algumas montanhas.

Cajon del Maipo


Leia também:

Roteiro de 12 dias de viagem para o Chile

Vale Nevado fora da temporada de neve

Vinícola Concha y Toro – Como ir por conta própria

Chi Chi Chi le le le! Viva Chile! Conhecendo Santiago!

Valparaíso e Viña del Mar por conta própria

Pucón! A cidade do Vulcão!

Valdívia! Uma cidade a ser incluída em seu roteiro pelo Chile!

Puerto Varas e Frutillar – Patagônia Chilena

Fiquei doente no exterior! E agora?

25 Comments

  1. Oscar 16/02/2017
    • Mochilão Barato 17/02/2017
  2. mylovelypassport 16/02/2017
    • Mochilão Barato 17/02/2017
  3. Francisco Piazenski 16/02/2017
    • Mochilão Barato 17/02/2017
  4. Marineira 16/02/2017
    • Mochilão Barato 17/02/2017
  5. Maryanne Mc Darby 17/02/2017
    • Mochilão Barato 17/02/2017
  6. Pollyane Martins 17/02/2017
    • Mochilão Barato 17/02/2017
  7. itamarjapa 17/02/2017
  8. Salonisses 18/02/2017
    • Mochilão Barato 18/02/2017
    • Mochilão Barato 19/02/2017
  9. Renata Sucena 19/02/2017
    • Mochilão Barato 02/03/2017
  10. Naná Coutinho 24/02/2017
    • Mochilão Barato 02/03/2017
  11. Juliano 11/09/2017
    • Mochilão Barato 11/09/2017
  12. carolcruzc 29/09/2017
    • Mochilão Barato 30/09/2017

Gostou? Deixe sua dúvida ou comentário!