Londres – Como ir de metrô do aeroporto ao centro

Olá viajantes!

No último post eu contei como foi o planejamento do meu mochilão de 60 dias pela Europa.
Agora vou começar a contar como foi a minha viagem pelo velho continente. Nesse post vou contar como foi minha chegada a Londres e dar uma dica super importante para quem quer economizar em Londres: como ir de metrô do aeroporto de Heathrow até o centro da cidade.

Não deixem de acompanhar o blog, pois publicaremos muita informação sobre essa incrível viagem em que passei pela Inglaterra, País de Gales, França, Bélgica, Holanda, Alemanha, Republica Tcheca, Eslováquia, Hungria, Áustria, Itália e Espanha.

Como ir de metrô do aeroporto de Heathrow ao centro de Londres

 

Então vamos de dica para economizar em Londres! Um táxi de Heatrow, o principal aeroporto da cidade e onde chegam os voos vindos do Brasil, até o centro da cidade é absurdamente caro, podendo custar até 70 libras. Mas não se desespere! Existem três estações de metrô dentro do aeroporto. Uma que serve os terminais 1,2,3, outra o terminal 4 e outra o terminal 5. Por todas essas estações passa a linha Piccadilly, que te levará ao centro de Londres , sem necessidade nem mesmo de fazer baldeação, em cerca de uma hora. Se você não tem nenhuma dificuldade de mobilidade e não está viajando com malas muito grandes, utilizar o metrô é um ótimo meio de economizar.

O metrô funciona entre 5:30h e 0:30h, fora desses horários você terá que procurar outro meio de transporte. Para chegar a uma das estações, assim que passar pela imigração e pegar sua bagagem, procure pelas placas indicativas com o símbolo Underground, que representa o metrô de Londres. Não tem como errar, as estações ficam literalmente dentro do aeroporto.

Símbolo do metrô de Londres

Como usar o metrô de Londres

 

Você pode comprar o passe unitário, um passe diário ou para vários dias. Se for ficar mais de três dias, sai muito mais barato comprar um passe livre. É preciso comprar um cartão chamado Oyster Card que custa 5 libras. Porém no seu último dia na cidade, se você devolver o cartão em qualquer estação eles te reembolsam esse valor.

Cartão metrô Londres

O Oyster Card é um cartãozinho magnético em que você deposita um valor e escolhe entre as opções de uso. As principais são o unitário que custa ₤4,90 para zona 1 para pagamento em dinheiro ou ₤2.40 para pagamento com o Oyster, o passe diário ilimitado (Daily Anytime) que pode ser usado também nos ônibus e custa ₤6,50 e o semanal ilimitado (7 day travelcard) que também incluí os ônibus da cidade e custa ₤32,40. Esses valores são para as zonas 1 e 2 de Londres (vide mapa do metrô). Se você for se hospedar ou visitar algum lugar  fora dessas zonas deverá comprar o passe que abranja a zona do seu interesse.

Mapa do metrô de Londres

Como o aeroporto de Heathrow está na zona 6, você irá pagar pela tarifa dessa zona. O preço de um bilhete unitário (single fare) é ₤6,00 para pagamento em dinheiro e entre ₤3,1 e ₤5.10 para pagamento com o Oyster. Outra opção é comprar o comprar o passe semanal (7 Day Travelcard) e acrescentar uma extensão para zonas 3 a 6 por mais ₤2,80 nos horário de pico (antes das 9h30 de segunda a sexta) ou ₤1,50 nos demais horários.

No site Transport For London você irá encontrar todas as informações sobre o metrô da cidade, incluindo as demais opções do Oyster e um simulador de viagens, para que você saiba com antecedência qual a sua rota. A empresa disponibiliza um aplicativo para smartphones que é muito útil e que através da sua localização informada pelo GPS ou da localização que você informar manualmente, irá te dizer quais as opções de rota até o seu destino, tempo de viagem, horário dos trens e tarifas. Indispensável para quem vai usar o metrô em Londres.

Minha experiência em usar o metrô de Londres para ir do aeroporto até o centro

 

Usar o metrô para chegar a cidade é uma ótima opção para quem vai se hospedar próximo a uma estação da linha Piccadilly. Nesse caso o viajante vai embarcar no aeroporto em um vagão vazio e com lugar para sentar e colocar a bagagem. A viagem é longa e no meio do trajeto o metrô enche bastante. Se for necessário realizar uma ou mais baldeações e você tiver muitas malas pode ser um pouco complicado, já que em algumas estações é preciso subir escadas, que além de muito íngremes podem ser bem apertadas. Eu tive que fazer uma baldeação e foi um sufoco! Mesmo assim da próxima vez que eu visitar a cidade utilizarei novamente o metrô para chegar ao centro e na volta para chegar ao aeroporto, tendo em vista a enorme economia em relação aos outros meios de transporte, principalmente em relação ao táxi.

Uma alternativa para quem não vai se hospedar próximo a linha Piccadilly é tomar o metrô até a estação mais próxima a a seu destino e de lá seguir de táxi ou mesmo ônibus, que são excelentes e confortáveis.

Se chegou até aqui deixe seu comentário, dúvida ou agradecimento!

Assine nosso blog e receba por email um aviso a cada nova postagem. Nos siga também em nossas redes sociais.

Não deixe de acompanhar  o relato dessa incrível viagem de 60 dias pela Europa!

Um grande abraço!

 

 

4 Comments

  1. Raissa 24/08/2016
  2. Anônimo 10/09/2016
    • Mochilão Barato 12/09/2016
  3. Anônimo 12/12/2016

Gostou? Deixe sua dúvida ou comentário!