LONDRES – 30 DIAS ESTUDANDO NA CAPITAL DA EUROPA – Parte 1

Olá viajantes!

Em meu primeiro post aqui no blog vou contar um pouco da minha primeira viagem para o exterior sozinho e minha primeira visita a Europa. O país escolhido foi a Inglaterra e a cidade foi Londres, a maior e mais importante cidade da Europa e considerada por muitos e por mim a mais bela. Essa viagem aconteceu entre os dias 28/12/2011 e 28/01/2012. Meu objetivo maior era aperfeiçoar meu inglês, além de é claro aproveitar para conhecer bem a cidade, fazer amigos e me divertir também.

As passagens aéreas foram compradas com a companhia holandesa KLM, a escola de inglês escolhida foi a Malvern House e me hospedei durante os 30 dias em uma casa de família que foi providenciada pela escola. Não me arrependo de nenhuma dessas três escolhas. Os aviões, o atendimento e o serviço de bordo da KLM são ótimos, gostei muito da Malvern House, sua estrutura e professores, além é claro dos amigos que fiz lá e fui muito bem recebido na casa de família, além da casa ser bastante aconchegante e localizada em um excelente bairro com fácil acesso ao centro através do metrô.

Então vamos ao relato!

Dia 28/12/2011

Embarquei no aeroporto do Galeão em um voo noturno com destino a Londres, porém com conexão em Amsterdam na Holanda. O voo foi super tranquilo, serviço de bordo excelente, atendimento também e as poltronas, apesar de viajar na classe econômica, eram confortáveis. Desembarquei em Amsterdam com um tempo de 3 graus e já pude sentir um pouco do frio que me esperava pelo próximos 30 dias. Após um curto voo desembarquei no aeroporto de Heathrow em Londres.

A imigração foi tranquila, me foram feitas algumas perguntas e logo carimbaram o meu passaporte com a autorização para entrar no Reino Unido. Fui de metrô até o bairro em que fica a casa que me hospedei. O aeroporto de Heathrow é servido com a principal linha do metrô de Londres e após cerca de 2 horas e algumas mudanças de linhas no metrô eu estava na estação de Balham, próximo àquela que seria minha residência durante minha estádia em Londres. De lá, devido ao cansaço, peguei um táxi até a porta da casa.

O bairro Balham é lindo, limpo, seguro e cheio de lojas legais. A família me recebeu muito bem, principalmente a matriarca, a senhora Joan. A casa dela é bem grande, tem três andares. O meu quarto era simples, mas bastante confortável. Tinha tudo que eu precisava: uma cama de casal, uma TV, armário, aquecedor, acesso a internet, abajur, despertador e uma mesinha de estudo. O banheiro era compartilhado, porém apenas eu e um dos filhos da Joan o utilizavam.

dscf1010

Dia 29/12/2011

Acordei tarde por conta do cansaço da viagem e da diferença de fuso horário. Tomei meu café da manhã e fui para o centro. De metrô fui rumo ao rio Tâmisa, descendo na estação Embarkment, onde ficam o Parlamento do Reino Unido, que possuí em uma das suas torres o famoso Big Ben e também a London Eye, uma imensa roda gigante e importante ponto turístico da cidade.

Logo ao sair da Estação pude ver a London Eye e o Palácio de Westminster (Parlamento). É simplesmente incrível estar naquele cenário que sempre via na TV. Conheci as redondezas e logo caminhei até as principais avenidas do centro, Oxford e Picadilly Streets.

Dia 30/12/2011

Resolvi não caminhar tanto nesse dia pois minhas pernas estavam doendo. Fui até a Estação Oxford Circus e caminhei até o British Museum. É o maior museu de Londres e é gigantesco e muito lindo. Abriga obras e materiais da idade média e de outras épocas mais antigas de muitos países e civilizações, com destaque para a egípcia. O melhor de tudo: é gratuito! Após algumas horas visitando o museu, peguei novamente o metrô e fui até o Green Park, onde fica o palácio de Buckingham, que é onde vive a rainha.  Estava chovendo muito, então não deu para aproveitar tanto.

Dia 31/12/2011

Último dia do ano. Antes das comemorações do ano novo, visitei a National Gallery na Trafalgar Square. É muito grande e a arquitetura é linda, toda em mármore, esmeralda e ouro e abriga mais de 2.300 pinturas dos principais artistas do mundo entre os séculos XIII e XX. Foi fundado em 1824 e é um dos mais importantes museus da Europa e um dos mais conhecidos do mundo, como Leonardo da Vinci, Van Gogh e Picasso.

Nesse dia, almocei de verdade pela primeira vez desde que cheguei aqui, mas acho que vou continuar no lanche (kkkkk). Comer comida é muito mais caro e a comida não é tão gostosa quanto a nossa, o arroz é péssimo, mas comi tudo. Custou 6,80 libras.

Voltei para casa e me arrumei para voltar para Trafalgar Square para as comemorações do ano novo. Esse é o principal ponto onde os Londrinos vão assistir a queima de fogos. Eles não fazem por lá a mesma festa que fazemos aqui no Brasil. Não há shows musicais, apenas a queima de fogos. Fui com um dos meus hosts, o Kale. É preciso ir bem cedo, pois às 23h o metrô para de circular e só retorna após o fim da queima de fogos. Demorei uns 30 minutos para caminhar o que normalmente demoraria cinco devido a quantidade de gente. Peguei chuva por uma hora enquanto esperava a queima de fogos, mas valeu a pena. Foi muito emocionante. Foi incrível ver os fogos saírem da torre do Big Ben e da London Eye. Logo após o fim da queima de fogos todo mundo vai embora. Também, com chuva e muito frio não podia ser diferente. Demorei cerca de 2:30h para chegar em casa, mas tudo bem, afinal foi meu primeiro New Year em Londres!

Assista uma parte da queima de fogos gravada por mim  no vídeo abaixo:

Assista o vídeo da queima de fogos de 2012, versão completa da elondresTV:

Espero que estejam gostando!

Continua no próximo post!

3 Comments

  1. susana 02/07/2015
    • Rozembergue 02/07/2015
  2. Tech website 14/08/2015

Gostou? Deixe sua dúvida ou comentário!