Fiquei doente no exterior! E agora?

Ninguém quer ficar doente no exterior bem no meio de um mochilão, não é mesmo? Mas se acontecer, você sabe o que fazer? Nesse post vamos contar como foram os dias em que eu fiquei de cama no Chile e falar sobre a importância de contratar um Seguro Viagem.

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva do Grupo Pequenos Grandes Viajantes intitulada “Deu ruim“. Os blogs de viagem parceiros que estão participando estão listados ao fim da postagem.

Blogagem coletiva Deu RuimDoente no exterior! Os dias que fiquei de cama no Chile!

Quem acompanha o blog sabe que em minha viagem ao Chile eu tive uma grande frustração. Eu planejava escalar o vulcão ativo Villarrica em Pucón, mas as coisas não saíram como o planejado. O que deveria ser o ponto alto da minha viagem resultou em dois dias de cama e muitos outros sofrendo com os sintomas de uma faringite.

Pucón era uma das cidades que eu mais desejava visitar no Chile. Localizada a 780km ao sul da capital Santiago, é uma região de belezas naturais incomparáveis, sobretudo o majestoso e ativo Vulcão Villarrica.

Abaixo o vulcão que eu planejava escalar em foto tirada no dia anterior ao início dos sintomas da faringite.

Vulcão Villarrica Chile

Pucón é muito procurada no verão por chilenos e argentinos, que buscam a pratica de atividades ligadas ao ecoturismo, incluindo esqui aquático, snow-board, trilhas, rafting, cachoeiras belíssimas e a escalada do Vulcão Villarrica. No inverno e início da primavera (época que fui), muitas dessas atividades ainda não estão disponíveis. Meu objetivo principal era realizar a escalada do vulcão, porém devido a uma virada no tempo isso não foi possível. É que nessa época ainda há possibilidades de nevascas no vulcão e no dia que me programei para fazer a escalada o tempo mudou e a agência cancelou por motivos de segurança.

No fim das contas essa mudança de tempo acabou me livrando de uma frustração ainda maior. É que logo ao retornar da agência com a notícia que a subida não seria possível, comecei a sentir os sintomas da faringite. Fui tomar café da manhã e praticamente não conseguia mastigar. Doía muito! Fui para o quarto e percebi que meu corpo começou a ficar mole e apareceram muitas e muitas aftas na minha boca. Logo em seguida veio a febre e percebi que os gânglios linfáticos do pescoço estavam bem inchados. Foi aí que resolvi procurar socorro médico.

Como eu havia contrato um Seguro Viagem, fui atrás do número de atendimento e acionamento. A empresa não oferecia ligação gratuita, eu deveria ligar a cobrar. Aí começou meu perrengue! Fui até a recepcionista e perguntei a ela como fazer uma ligação a cobrar do meu celular, já que eu havia adquirido um chip de celular chileno ou do telefone fixo da pousada. A atendente não entendia o que eu estava perguntando. Não conseguia entender o significado de “llamada al cobro revertido“. Eu já havia utilizado essa expressão em outros países de língua espanhola e fui compreendido facilmente, mas ou no Chile eles usam uma expressão diferente ou não existe chamada a cobrar por lá! O fato é que não descobrir como efetuar esse tipo de ligação e tive que fazer uma chamada internacional através do chip chileno. É óbvio que meus créditos iriam acabar rapidamente! Mas não é que eu tive sorte! A atendente logo no início da ligação me perguntou um número em que ela pudesse me ligar caso a ligação caísse. Que sorte! Passei logo o número chileno e disse que iria cair pois os créditos estavam acabando. Ufa!!! Logo ela me retornou a ligação e me deu todas as informações para que eu conseguisse atendimento médico na pequena cidade de Pucón.

Me arrastei até o hospital, que por sorte era bem perto. O médico me diagnosticou com faringite e passou alguns remédios e me mandou fazer repouso. Comprei os remédios e voltei para pousada. Passei o resto do dia deitado e mal consegui comer uma sopa a noite. Minha boca estava completamente tomada pelas aftas e eu sentia uma dor muito forte ao tentar mastigar. Nessa noite eu passei muito mal. Literalmente eu passei a noite toda acordado e com muita febre. Assim que amanheceu eu voltei ao hospital e fui atendido por outro médico. Ele ficou surpreso com a medicação passada pelo médico do dia anterior. Parece que não é só no Brasil que isso acontece né! Me passou remédios mais fortes e me disse que ficasse tranquilo que agora eu iria melhorar. E realmente após tomar os remédios que ele receitou já comecei a me sentir melhor. Nessa noite consegui me alimentar melhor e dormi bem. No outro dia cedo resolvi que era hora de seguir viagem. Mesmo ainda sofrendo com os sintomas da faringite eu comprei passagem para próxima cidade, já que estava me sentindo um pouco melhor. Ainda demorou 3 ou 4 dias para que os sintomas desaparecessem. Foi uma experiência muito ruim adoecer viajando sozinho no exterior. Ter contratado um Seguro Viagem foi fundamental para minha melhora, já que não me preocupei com o preço das consultas e remédios, pois tinha certeza que seria ressarcido, o que ocorreu sem nenhuma dificuldade.

Atendimento médico no exterior

Em caso de emergência médica durante sua viagem ao exterior, você pode procurar por um médico ou hospital particular e apresentar seus documentos como passaporte e visto para receber atendimento.

Atendimento médico no exterior não costuma ser barato não. No Chile o custo é parecido com o da rede particular aqui do Brasil. Entretanto eu havia contratado um Seguro Viagem e todas as minhas despesas foram ressarcidas posteriormente.

Mas fique atento: atendimento médico para brasileiros é gratuito em alguns países.

SEGURO VIAGEM 

A melhor forma de se precaver e poder viajar em segurança, sabendo que caso fique doente no exterior receberá um ótimo atendimento médico é através do seguro de viagem internacional.

Você pode pesquisar e contratar o seguro de viagem antes de sua viagem, podendo assim escolher o seguro que lhe ofereça a melhor assistência médica e atendimento emergencial no exterior.

Ao contratar o seguro você receberá todas as informações de como entrar em contato no país em que vai estar. Caso precise utilizar o seguro no exterior basta ligar na central de atendimento que você será indicado ao local para atendimento mais próximo.

Entre as assistências que você vai encontrar no seguro de viagem internacional estão:

  • Atendimento emergêncial
  • Cobertura de acidentes pessoais
  • Reembolso de despesas médicas
  • Reembolso de despesas com remédios
  • Fisioterapia
  • Translado ou repatriamento médico

Os melhores cartões de crédito oferecem aos seus clientes Seguro Viagem gratuito. Basta comprar as passagens de ida  e volta com um cartão que ofereça esse benefício. É uma ótima forma de economizar em suas viagens internacionais!

Se o seu cartão de credito não oferece esse benefício, a dica para economizar é comparar os preços de diversas seguradoras através da Seguros Promo e aproveitar até 10% de desconto que conseguimos para os nossos leitores.

Nós utilizamos a Seguros Promo para contratar seguro viagem em nossas últimas viagens e recomendamos. Use o cupom MOCHILAOBARATO5 na tela de pagamento e garanta 5% de desconto e mais 5% de desconto para pagamento via boleto. Caso prefira, o pagamento ainda pode ser feito em até 12 vezes no cartão de crédito.

Assistência médica gratuíta no exterior

Todo brasileiro assegurado pelo INSS têm direito a assistência médica gratuita caso fique doente no exterior e esteja  nos seguintes países: Portugal, Espanha, Grécia, Itália, Uruguai, Argentina, Chile e Cabo Verde.

Vale lembrar que o atendimento será feito nos hospitais públicos. Então, avalie bem se vale a pena “contar com a sorte” ou contratar um Seguro Viagem.

Para ter acesso ao atendimento médico gratuito nesses países o turista deve fazer o Certificado de Direito a Assistência Médica Durante Estadia Temporária, que pode ser obtido no Departamento Nacional de Auditoria do SUS, do Ministério da Saúde.

A emissão do certificado deve ser solicitada com pelo menos 3 dias de antecedência à viagem.


doente no exterior

Os blogs de viagem parceiros que estão participando estão dessa blogagem coletiva estão listados abaixo. Acessem! Tenho certeza que vai ser divertido!

Casal CalifórniaPerrengues de Viagem: muitas histórias para contar

Destinos por onde andei…Tax Free, nunca mais embarco nessa canoa furada

Pequeno Grande MundoO dia em que quase fui atropelada por um elefante

Vida de EstrangeiraPerrengue na Turquia

Ligado em ViagemNosso “Kit Viagem” para evitar perrengues

Foco no MundoOs piores perrengues das minhas viagens

Felipe, o pequeno viajanteColetânea de perrengues do pequeno viajante

Atravessar FronteirasPerrengue total na união entre cinzas vulcânicas e Aerolineas Argentinas

DespachadasColetânea de Perrengues de viagem Despachadas

Passeiorama Perrengando por aí: nossos perrengues viajando em família

Família ViagemNossos perrengues de viagem

Por aí com os PiresPerrengues de viagem – Blogagem coletiva<

Novo CaroneiroDeu ruim! Blogagem coletiva de perrengues de viagens

Colecionando Ímãs Viajando com a Ethiopian Airlines: perrengue a caminho do Japão!

O Melhor Mês do AnoTorres del Paine: acampando sob chuva e ventos de 100km/hr

Volto LogoSobre a importância de reservar hospedagem e pesquisar os feriados do seu destino

Turista FulltimeVoo cancelado e os oito passos para driblar o perrengue

Apure Guria! – Perrengues na Ásia: deu ruim!

Viajei BonitoNossos 15 dias de desventuras na Rússia

VoupraRomaGrécia sem inglês! Tá falando grego?

15 Comments

  1. Camila Lisbôa 30/05/2016
    • Mochilão Barato 30/05/2016
  2. Edson 30/05/2016
  3. Ana Zacchello 30/05/2016
  4. Guaciara 30/05/2016
  5. Simone Hara 31/05/2016
  6. Regina Oki 31/05/2016
  7. Luis Felipe 01/06/2016
  8. Stephanie 01/06/2016
    • Mochilão Barato 01/06/2016
  9. Gisele Prosdocimi 02/06/2016
  10. Claudia Pegoraro 04/06/2016
  11. Gabi Pizzato 28/06/2016
    • Mochilão Barato 28/06/2016
  12. Gustavo Woltmann 23/01/2017

Gostou? Deixe sua dúvida ou comentário!